Gestão financeira – sinais de que é a hora de trocar de contador

Gestão financeira – sinais de que é a hora de trocar de contador

O momento atual requer uma busca constante em inovações e conhecimentos especializados para a gestão eficiente dos negócios, fazendo-os gerar lucros e sustentando a sua perpetuação.

Em períodos de mudanças políticas e instabilidade econômica, ter ao seu lado um contador pode fazer toda a diferença no crescimento da empresa neste mercado cada vez mais competitivo. O ideal é que ele participe desde o planejamento estratégico da empresa, antes mesmo de sua abertura (orientando sobre o enquadramento tributário ideal, por exemplo), e siga atuante na manutenção da gestão financeira para PME, quando o negócio estiver operando.

Essa orientação especializada é fundamental para o empreendedor, porque há muito trabalho a ser feito para tirar os planos do papel. No entanto, mesmo com toda garra e dedicação, o empresário nem sempre consegue tempo para estudar e entender com mais especificidade as questões financeiras de um negócio. E é aí que ele pode tropeçar e incorrer em graves erros que podem afetar com gravidade o seu negócio já no seu início . Por isso, o olhar atento de um contador é ponto fundamental para a longevidade da PME.

Seu papel é essencial em diversas áreas, como no controle do fluxo de caixa, na gestão da folha de pagamentos, na definição de novos investimentos, entre outros. Quando o contador possui uma “visão empresarial” da PME, ele pode ajudar o empresário a alcançar melhores resultados, ao utilizar informações contábeis para auxílio na tomada de decisão.

O contador é mesmo o braço direito do empreendedor! Devido à importância dele no bom funcionamento da empresa e do seu impacto nos resultados obtidos pelas PMEs, o empresário deve priorizar um bom relacionamento com esse profissional, estar sempre atento à produtividade e aos resultados gerados por essa parceria. Desta forma, o empreendedor é capaz de identificar se a relação entre eles é produtiva ou se precisa adotar mudanças na sua contabilidade.

Confira nesse post quais são os sinais de que a relação entre a empresa e o contador não vai bem e que é preciso buscar novas alternativas:

 

1 – Seu contador sugere melhorias tecnológicas?

transformação digital é uma realidade em todos os segmentos do mercado e você já deve ter percebido que para atender melhor seus clientes é preciso adotar a tecnologia como parte do negócio de alguma forma. Com o seu contador não é diferente, quando ele está comprometido com o bom funcionamento da sua empresa, é natural que busque e ofereça melhorias tecnológicas para o funcionamento tanto do escritório contábil quanto da PME.

O contador pode, por exemplo, apresentar um software de gestão para a sua empresa que possa ser integrado ao sistema contábil utilizado pelo escritório. Assim, as tecnologias se comunicam automaticamente e finda a impressão de documentos impressos todo mês. Gerando assim, maior dinamismo, agilidade e produtividade para ambos. Se seu contador não lhe oferece melhorias tecnológicas, isso é um mau sinal.


2) Você recebe análises estratégicas dos demonstrativos de resultados (DREs)?

A elaboração do Demonstrativo de Resultados é uma atividade comum no trabalho do contador e ao fazer o DRE ele tem acesso a um material extremamente rico, com informações vitais sobre a empresa e que pode ajudar muito a gestão financeira para PME.

O empresário por si só pode sentir dificuldades em fazer uma análise precisa do DRE e filtrar essas informações. Por isso, o contador ideal precisa “traduzir” os números e orientar o empreendedor sobre os cenários possíveis para economias e novos investimentos. Se seu contador não tem sugerido análises criteriosas sobre a situação da sua PME, pode ser o momento de buscar um novo parceiro mais adequado às necessidades da sua empresa.


3) Seu contato com o contador costuma acontecer apenas para entregar os documentos fiscais ou para pedir alguma ajuda específica?

Em um bom relacionamento entre contador e empresário, o contato deve ser contínuo e não depender simplesmente que o empresário “corra atrás” do contador quando precisar entregar documentos ou tirar dúvidas. O contador deve ser proativo, influenciando desta forma, na gestão financeira da empresa. Precisa acompanhar o desempenho e buscar soluções para os desafios e dificuldades encontradas pelo empresário.

Por exemplo: Com as alterações constantes na legislação brasileira, é necessário que o contador tenha um conhecimento amplo e abrangente das leis em vigor e de toda incidência tributária inerente à sua empresa. Um contador que negligencie tais atualizações certamente trará problemas que, na maioria das vezes, poderão ser irreversíveis à sobrevivência da empresa. Portanto, avalie com critério se o seu parceiro está correspondendo a essas demandas rotineiras e se sua empresa recebe as orientações necessárias.    

4) Seu contador oferece alternativas para orientá-lo na tomada de decisões?

O contador é o profissional que domina as questões fiscais e tributárias da sua empresa. Com esse conhecimento, ele também é capaz de identificar quais são as melhores decisões para o seu negócio, levando em consideração os tributos que vão incidir sobre a decisão tomada. Assim, é importante que ele seja participativo na gestão financeira para PME e ofereça soluções que muitas vezes, o empreendedor sozinho não teria condições de avaliar.

Imagine que sua empresa costuma comprar insumos de um fornecedor que fica em outro estado porque o preço é, aparentemente, menor do que os concorrentes do seu estado. No entanto, o fluxo de caixa não corresponde positivamente, mesmo com essa economia. Nesse caso, o contador pode identificar que, devido à substituição tributária e/ou pagamento de diferencial de alíquota relacionada ao ICMS (Imposto sobre Circulação sobre Mercadorias e Serviços), o valor pago no fim é maior e esse fornecedor deixa de ser o mais indicado. Se seu parceiro não se mantém ativo no seu negócio, ajudando a visualizar melhores alternativas fiscais para sua PME, isso é um mau sinal.

 

Sentiu que está na hora de mudar? Conheça a NTW!

O mercado está sofrendo transformações constantemente, principalmente na área digital. Se você almeja crescimento para a sua PME, seu contador precisa estar focado para crescerem juntos! Escolher o escritório contábil certo para atingir as metas da sua PME será essencial. Se você notou nos exemplos anteriores, que seu contador já não acompanha (ou não estimula) a evolução da sua empresa, é hora de buscar um novo aliado e nesse momento a NTW Contabilidade pode ajudar muito!

A NTW Contabilidade e Gestão Empresarial é uma empresa que preza pela cultura de seus clientes e busca sempre desenvolver e implantar serviços, de acordo com as necessidades de cada negócio, personalizando o atendimento. Tudo isso para promover o crescimento da empresa e cuidar da gestão financeira da sua PME. Apresenta relatórios e indicadores de desempenho contábeis e financeiros, que possibilitam análises sobre o seu desempenho, para facilitar suas tomadas de decisões, maximizar seus resultados, minimizar seus custos e conquistar novos mercados. 

Conheça melhor a NTW e lembre que um bom relacionamento entre contador e empresário é definitivo para o sucesso do negócio. Se seu contador fica “parado”, é melhor você se mexer!

rodape-artigos-marins

2018-12-28T16:36:29+00:00Por |

Sobre o Autor: