Saiba como economizar adequando o regime tributário da empresa

Saiba como economizar adequando o regime tributário da empresa

Empreender é tarefa que se mostra complexa, principalmente devido à quantidade de conhecimentos que é necessário se apropriar para que haja boa desenvoltura no negócio. Em um país como o Brasil, onde a carga tributária é elevada e a legislação é densa e de complexo entendimento, é importante avaliar o melhor regime tributário para sua empresa. Objetivando evitar custos desnecessários, aplicação eficaz de recursos e riscos fiscais.

Um correto planejamento tributário permitirá que o negócio utilize seus recursos de forma eficaz. Reduzindo os gastos necessários à sua operação, aumentando sua margem de lucro, tornando-a mais competitiva no ramo onde atua e de acordo com as exigências do fisco.

Quais os principais regimes tributários nos quais poderá se enquadrar? Saiba mais sobre o Lucro Real, Lucro Presumido e Simples Nacional!

Lucro Real

O Lucro Real é um regime tributário de apuração do IRPJ e da CSLL. Uma de suas principais características é a incidência dos tributos diretamente sobre os lucros, então, é necessário que a contabilidade seja realizada tempestivamente.

Permite-se, nessa modalidade, que os valores referentes a custos e despesas sejam utilizados para diminuir a base de cálculo. Requer sólido conhecimento da legislação para apurar e classificar as despesas, devido à quantidade de detalhes.

Lucro Presumido

No Lucro Presumido a apuração do IRPJ, CSLL dão-se sobre o valor do faturamento que a lei presume ser o lucro da empresa, por meio de alíquotas de acordo com a atividade que originou as receitas. De posse desse valor, que será a base de cálculo, os tributos serão calculados com os seguintes percentuais: 15% (IRPJ) e 9% (CSLL).

Simples Nacional

O Simples Nacional é um regime que busca simplificar a vida do contribuinte e diminuir o impacto da carga tributária em seu negócio. Abrange IRPJ, IPI, CSLL, COFINS, PIS/Pasep, CPP, ICMS e ISS, que são recolhidos em uma única guia. Os percentuais da cada tributo irão variar conforme a atividade que deu origem à receita e ao faturamento acumulado dos últimos 12 meses.

Contabilidade como ferramenta de gestão

Além de orientar quanto à melhor estratégia tributária, a contabilidade ainda poderá fornecer relatórios que servirão como base para tomada de decisão e resolução de problemas. Com dados que possibilitem saber em que áreas os recursos financeiros poderão ser melhor administrados.

Ela poderá nortear quanto às informações e rotinas que são precisos à empresa levantar e seguir para acompanhar sua performance, empregando seu tempo naquilo que for verdadeiramente necessário. Mostra-se útil e importante, mesmo em formas simples de negócios, pois empresas que não se planejam, mesmo micro ou pequenas, tendem a ter um menor controle sobre seus recursos e maior probabilidade de fazer mau uso deles.

O melhor regime tributário para minha empresa

Responder à essa pergunta é algo complexo, pois é necessário saber qual é o faturamento da empresa, ramo de atividade onde atua e as legislações tributárias federal, estadual e municipal. Dessa forma, é imprescindível que se busque orientação com profissionais especializados, que conheçam bem do assunto e tenham experiência em casos de sucesso. Temos uma equipe preparada para analisar e orientar qual o regime tributário que melhor se adéqua à sua companhia.

Então, o que você pensa sobre o assunto? Queremos saber sua opinião, deixe um comentário no nosso post!

2018-12-28T14:42:48+00:00Por |

Sobre o Autor: