4 dicas para declarar imposto de renda sem dor de cabeça

4 dicas para declarar imposto de renda sem dor de cabeça

A declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) é uma rotina anual na vida de muitos contribuintes. Porém, a cada ano, novas regras são impostas e cabe ao declarante estar atento para não cair nas garras do Fisco. Para este ano, profissionais liberais e locadores de imóveis tiveram algumas novidades na hora de declarar seus rendimentos, ou seja, na declaração é obrigatório constar o valor do serviço prestado mês a mês e identificar o cliente através do seu CPF.

Para quem presta serviços, como médicos, advogados, fisioterapeutas e tantas outras atividades, a mudança representa uma maior transparência quanto as informações declaradas. Mas também aumenta a possibilidade dos próprios clientes caírem na malha fina, já que ao declararem a dedução do pagamento do serviço na declaração do IRPF 2016, a Receita Federal pode não localizar o CPF na declaração do profissional, aumentando as chances de ficar retido para posterior esclarecimento diante do Fisco.

Mas quais cuidados levar em consideração na hora de declarar imposto de Renda? Elaboramos algumas dicas que podem evitar problemas com o Fisco. Acompanhe!

1- Mantenha um cadastro atualizado dos clientes

A grande novidade deste ano é a declaração de cada serviço prestado por profissionais liberais, mês a mês, de cada um dos clientes atendidos. Via de regra, se o profissional mantém um cadastro atualizado e registros corretos não terá grandes problemas em preencher a declaração do IRPF 2016.

Mas se o preenchimento de recibos é feito de forma incorreta ou mesmo incompleta há um grande risco de colocar o cliente na mira da Receita Federal, além da própria declaração. Ao realizar a declaração, o profissional deve prestar a tenção nas exigências que devem ser preenchidas, como é o caso do nome, do CPF  e do registro profissional de quem está prestando o serviço.

Além destes dados, o nome e CPF do cliente devem, obrigatoriamente, constar na ficha de declaração, que deverá especificar o tipo de serviço prestado e o valor pago. Aqui vale destacar que mesmo que mesmo que os rendimentos do cliente sejam isentos (abaixo do teto de isenção mensal de R$ 1.903,98) é preciso constar seu CPF na ficha de declaração do profissional prestador de serviço.

2- Não deixe para a última hora

Para muitos profissionais, a declaração do IRPF 2016 acaba caindo no esquecimento e ficando para última hora. Mas com as novas regras profissionais liberais que não procurarem conhecer as novas exigências podem se deparar com a falta de tempo e não conseguirem apresentar a declaração, o que representa multa e até outras penalidades.

Via de regra, organize todos os recibos e notas fiscais, confira se todas as informações estão completas e corretas antes de começar a fazer a declaração. Tenha todo cuidado ao realizar a declaração, uma vez que ao conflitar as informações, o profissional e o cliente podem cair na malha fina.

3- Declare os dependentes com 14 anos ou mais

Outra grande novidade para quem tem rendimentos tributados é a inclusão de seus dependentes, que deverão estar possuir Registro no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e o contribuinte deverá informar este número na declaração do seu IRPF, no caso caso os dependentes tenham 14 anos ou mais. Nas declarações anteriores, o contribuinte deveria obrigatoriamente declarar apenas seus dependentes com 16 anos ou mais e, a partir deste ano, 14 anos ou mais.

4- Fique atento as deduções

Para muitos contribuintes, a dedução de muitos valores pagos representa uma grande vantagem na declaração do IRPF, mas é preciso cuidado ao informar tais despesas e observar a legislação vigente, já que todos os anos é atualizada e recebe novas regras. Via de regra, a dedução por dependentes passa a ser este ano até R$ 2.275,08, já com educação passou a ser até R$ 3.375,83.

A declaração de IRPF 2016 deve ser realizada de 1º de março até 29 de abril de 2016 para todos os contribuintes que alcançarem rendimentos tributários superiores a R$28.123,91 anualmente. Assine nossa newsletter e receba todas as nossas novidades!

Sobre o Autor: