8 dicas de controle de estoque para supermercados

8 dicas de controle de estoque para supermercados

Uma das partes mais importantes da administração de supermercados é o controle de estoque de mercadorias. Além de prescindirem de espaço e de organização, os produtos a serem comercializados representam uma fonte de prejuízos inesperados, caso não sejam armazenados e monitorados da maneira correta.

Como fazer para que o controle de estoque do seu estabelecimento seja seu aliado na prevenção de perdas e, consequentemente, no aumento da lucratividade do negócio? Explicaremos porque este assunto é tão importante. Confira o nosso post de hoje, com 8 dicas!

1- Organização correta das mercadorias nas prateleiras

Tratando-se dos locais de exposição, isso é algo muito simples: produtos antigos na frente e produtos recém-chegados dos fornecedores atrás. Isso evita perdas, em função da expiração da validade, além de afastar a necessidade de realizar promoções para acabar com o estoque.

2- Identificação dos locais de armazenamento com etiquetas

Se você vai gastar algum tempo (ou contratar a ajuda) para controlar seu estoque, não torne o trabalho mais difícil do que deve ser. Simplesmente, etiquete cada local de armazenamento.

Isso garantirá que nenhum item seja esquecido ou contado duas vezes. O ideal é que você crie seu próprio sistema de identificação de mercadorias em seções, corredores e prateleiras. De forma que não enfrente problemas caso o fornecedor altere a sua forma de classificar os produtos. Após ter o domínio básico do controle de estoque no supermercado, é hora de fazer algumas análises importantes.

3– Controle dos custos dos produtos adquiridos

Tenha registrado o valor total de todos os produtos que foram adquiridos. Além do custo unitário de cada um deles.

4- Gestão dos custos das mercadorias que foram vendidas

Trata-se do mesmo procedimento realizado acima. Mas dessa vez, registrando o levantamento dos custos totais e unitários das mercadorias que foram vendidas. De tempos em tempos, é importantíssimo que você, juntamente com sua equipe, verifique que os dados registrados realmente batem com os estoques físicos presentes no supermercado.

5- Administração dos produtos que permaneceram em estoque

Registre o valor dos produtos que permanecem em estoque. Observe a quantidade destes, o custo unitário e o valor total das mercadorias.

6- Manejo dos materiais utilizados no supermercado

O controle de estoque no supermercado não deve ser feito apenas com os produtos a serem comercializados, mas também com os materiais a serem utilizados no dia a dia. Como itens de escritório, produtos de limpeza e outros que servem ao atendimento ao consumidor e à manutenção do estabelecimento. Saiba que esses gastos podem chegar a até 60% dos custos totais de um empreendimento.

7- Auxílio profissional

Muitas vezes, a rotina de um supermercado não suporta o deslocamento dos seus colaboradores para a função de contagem e controle de estoque. Portanto, se for o caso do seu empreendimento, não hesite em solicitar auxílio profissional, para que tudo seja feito de maneira correta.

8- Importância do controle de estoque

Executar as ações descritas acima evita prejuízos com a perda de mercadorias em vários aspectos. Isso pode ocorrer devido a erros na contagem, desvios que devem ser investigados prontamente a inutilização de alguns produtos, devido ao seu perecimento.

Outra questão que é evitada quando é realizado um controle de estoque eficaz é o superdimensionamento de mercadorias. O que faz com que você invista um excesso desnecessário de dinheiro na reposição de alguns produtos, comprometendo seriamente o seu capital de giro. O mesmo vale para o contrário, que é deixar faltar as mercadorias mais procuradas, em função de erros na estratégia de gestão.

As dicas acima já são aplicadas no seu comércio? Aproveite os comentários abaixo e converse com a gente a respeito!

Sobre o Autor: