Por Alexandre Pacheco (NTW Nova Iguaçu Centro)

 

Primeiramente, é necessário dizer que o regime tributário brasileiro é muito complexo e oneroso para os empresários. Por isso mesmo, entender as opções que podem ser aplicadas – neste caso, ao segmento de Farmácia — é algo fundamental para que os impostos não comprometam a saúde financeira da sua empresa.

É necessário saber identificar se o sistema tributário utilizado é a melhor opção a ser aplicada para o seu negócio. Além disso, é fundamental fazer projeções e um bom planejamento tributário para escolher entre as opções disponíveis, pois os gastos com impostos são as causas de muitos problemas fiscais que podem afetar diretamente seu Fluxo de Caixa.

A seguir, apresentaremos e explicaremos os três sistemas tributários que podem ser utilizados:

  • Simples Nacional;
  • Lucro Presumido;
  • Lucro Real.

Com a ajuda da NTW, você pode avaliar qual é a opção que melhor se encaixa em sua farmácia. Vamos te explicar resumidamente qual a diferença entre os regimes tributários.

 

Lucro Real

No regime do Lucro Real, tanto o imposto de renda quanto a contribuição social são determinados mediante a apuração dos resultados contábeis da empresa.

Optar por esse regime exige organização contábil e financeira por parte do empresário, visto que o IRPJ (Imposto sobre a Renda das Pessoas Jurídicas) e a CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) são calculados após a soma das receitas e a subtração das despesas.

 

Lucro Presumido

O Lucro Presumido é o regime de tributação em que a base de cálculo é obtida por meio de aplicação de percentual definido em lei sobre o faturamento. Como o próprio nome diz, trata-se da presunção do lucro.

A princípio, todas as pessoas jurídicas podem optar pelo Lucro Presumido, com exceção daquelas obrigadas à apuração do Lucro Real. Contudo, para verificar se esse é o regime tributário ideal para a sua farmácia, é necessário realizar simulações. Caso a empresa tenha valores consideráveis de despesas dedutíveis para o IRPJ, é muito provável que o lucro real seja mais vantajoso.

No Lucro Presumido, tanto o IRPJ quanto a CSLL têm base em uma margem de lucro preestabelecida pela lei. É uma maneira mais simples de calcular esses impostos, se comparada ao Lucro Real. No entanto, se a margem for inferior ao valor pré-determinado, os impostos não diminuirão — eles continuarão a ser calculados segundo o Lucro Presumido.

 

Simples Nacional

O Simples Nacional é um regime tributário usado especialmente por Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP). Ele reúne no Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) os seguintes impostos: IRPJ, CSLL, PIS, COFINS, IPI, CPP, ISS e ICMS.

Apenas negócios que possuem faturamento até R$ 4,8 milhões podem optar pelo Simples Nacional. Portanto, é importante ter bastante atenção à evolução da Receita Mensal.

 

Conte com a NTW Contabilidade e Gestão Empresarial para a definição do melhor regime tributário para farmácia.

Neste momento, é essencial a parceria com uma contabilidade que seja realmente especialista em sua área de atuação. Dessa forma, é possível garantir o que é necessário para que você tenha impostos mínimos, por meio de um planejamento tributário minucioso e, assim, precificar seus medicamentos com máxima estratégia e bons lucros!

 

Quer saber mais sobre a NTW ou como definir o melhor Regime Tributário?

Entre em contato conosco e faremos uma simulação de acordo com os 12 últimos faturamentos ou uma projeção, caso você esteja planejando abrir uma farmácia. Então FALE AGORA MESMO COM A NTW NOVA IGUAÇU. E para outras regiões, FALE COM UM DE NOSSOS CONSULTORES!