Contabilidade para o setor de saúde: maior controle e redução da tributação

Contabilidade para o setor de saúde: maior controle e redução da tributação

Cada vez mais, o setor de saúde busca por uma contabilidade especializada para a sua atividade, pois é assim que conseguem uma melhor redução dos seus custos tributários e gestão do empreendimento.

 

Todos nós sabemos que a carga tributária no Brasil é elevada e recai sobre as pessoas físicas e jurídicas. A boa notícia é que através de um planejamento tributário é possível reduzir a carga tributária sem que isso implique em sonegação, ou seja, é possível pagar menos impostos dentro da legalidade!

 

E como isso é possível? 

 

Com uma análise de cada setor e verificando a legislação relacionada, é possível a redução dos custos tributários, e na área médica isso não é diferente.

 

Médicos que trabalham como profissionais liberais têm uma carga tributária maior em relação aos médicos que optam por trabalharem como Pessoas Jurídicas.  E ainda como Pessoa Jurídica, há outras formas de tributação que podem impactar significativamente no valor final a pagar com impostos, pois para Pessoas Jurídicas, existem os sistemas de tributação pelo Simples Nacional e Lucro Presumido, sendo esses dois os principais sistemas utilizados em função do faturamento anual dessas atividades.

 

Considerar essa questão da tributação é de grande importância na vida das empresas e, não poderia ser diferente para profissionais da área de saúde, pois o resultado final e economia com impostos tem grande impacto, uma vez que proporciona mais dinheiro disponível no caixa na atividade.

 

Apenas como exemplificação, para tornar mais claro a questão, vejamos o seguinte caso de um profissional da área de saúde que exerça sua atividade como profissional liberal, pessoa física, cujo ganho mensal é em torno de R$ 15.000,00 com atendimento a seus pacientes,  que possui um dependente e tem despesas de manutenção do consultório de R$ 1000,00.

 

O cálculo com base no carnê-leão:

 

 

Com base no Simples Nacional e Lucro Presumido com os mesmos parâmetros acima:

 

 

Essa variação entre as três formas apresentadas, ocorre em função das diversas peculiaridades que envolvem os sistemas de tributação no Brasil, situação em que a análise da atividade em conjunto com a aplicação da legislação tributária pode gerar uma grande economia no caixa dessas atividades, em especial quando a sua atuação passa a ser na forma de Pessoa Jurídica.

 

Evite conflitos com o Fisco 

 

Ainda sobre a questão tributária, há também a possibilidade de redução ou, até mesmo a não incidência do IRRF (Imposto de Renda Retido na Fonte) sobre a retirada mensal de Pró-Labore, podendo a retirada mensal ser complementada com a antecipação de lucros, desde que atendidos as regras tributárias que tratam sobre esse tema. 

 

Assim, é de grande importância que esses profissionais possam avaliar o quanto estão pagando atualmente em suas atividades como profissionais liberais, bem como os recém formados, que irão ingressar no mercado, avaliem com o seu Contador o regime que trará a menor tributação.

 

A contabilidade para médicos, dentistas, fisioterapeutas e outros profissionais da saúde pode ajudar não só na questão tributária, reduzindo os seus custos, como também pode contribuir para evitar problemas com o Fisco (Receita Federal), tendo em vista as obrigações acessórias impostas para esse setor. 

 

Outra questão importante, é que a contabilidade especializada também contribui para uma melhor gestão de consultórios e clínicas médicas, permitindo que o profissional possa ter mais tempo de dedicação na sua atividade.

 

A NTW Unidade Rio Freguesia possui contadores com expertise no setor de saúde e pode contribuir de forma significativa com médicos, dentistas, fisioterapeutas e demais profissionais que desejam empreender no segmento da saúde.

 

 

Sobre o Autor:

Avatar