Se você empreende ou pensa em empreender no Brasil, muito provavelmente já sabe que se trata de uma tarefa recompensadora, mas repleta de desafios. Afinal, é necessário ter conhecimentos diversos, habilidade e muita dedicação. No entanto, com o advento da transformação digital e da popularização de aplicativos e plataformas online, a vida dos empreendedores tem se tornado consideravelmente mais fácil no país.

A evolução tecnológica possibilita que alguns processos burocráticos sejam solucionados por meio de um app no smartphone ou pelo acesso a uma plataforma online no computador. Boa notícia, não é mesmo? Outra novidade igualmente positiva é que as instituições do governo têm acompanhado essa tendência, oferecendo seus serviços de modo mais prático, rápido, intuitivo e eficaz. Um caso especialmente relevante para os segmentos do empreendedorismo é o dos serviços atrelados ao portal gov.br Primeiramente, a proposta do projeto gov.br é reunir, em apenas um local, serviços variados para os cidadãos brasileiros (ou estrangeiros com CPF nacional) e informações sobre a atuação de todas as áreas do governo. Ou seja, para se informar e ter acesso a serviços públicos em geral, como os relacionados ao INSS ou ao FGTS, basta criar uma conta gov.br . A adesão à plataforma também permite que o usuário passe a emitir e assinar documentos digitais. A seguir, uma lista de alguns dos principais serviços reunidos no portal:

  •         Meu INSS
  •         FGTS
  •         Carteira de Trabalho Digital
  •         SUS
  •         CNH Digital
  •         ENEM (inscrição para o exame)
  •         Programas Sociais (ex.: Auxílio Brasil)
  •         Assinatura de documentos (ex.: contratos sociais e alterações contratuais)

 Como criar a sua conta

 A efetivação do cadastro para acesso aos serviços digitais no portal gov.br é gratuita e pode ser feita tanto diretamente pelo site quanto por meio do download de um aplicativo para smartphones. O processo de criação da conta é simples e intuitivo. Se estiver no site, deve-se clicar em “criar conta gov.br”. Já pelo app, deve-se clicar em “entrar com gov.br”. Em ambos os casos, é necessário digitar o CPF e seguir as orientações. De qualquer maneira, vamos registrar aqui um passo a passo, para evitar erros. E, caso alguma dúvida persista, NESTE LINK você encontra uma lista bem completa de perguntas frequentes sobre o acesso ao sistema.   

 Etapas via site:

  1.   Acesse ESTE LINK
  2.   Digite o número do seu CPF
  3.   Confira e aceite os termos de uso
  4.   Baixe o app e continue para cadastro de reconhecimento facial ou escolha a opção “não tenho telefone celular”
  5.   Escolha uma instituição bancária a ser veiculada à sua conta ou selecione “tentar de outra forma”, caso opte por não usar o recurso
  6.   Informe e, na sequência, confirme os dados pessoais solicitados
  7.   Digite o código enviado pela plataforma ao seu e-mail ou telefone celular
  8.   Crie a sua senha de acesso

 Etapas via app:

  1.   Faça o download do app na respectiva loja virtual (está disponível para Android e iPhone-iOS)
  2.   Digite o número do seu CPF
  3.   Confira e aceite os termos de uso
  4.   Faça o cadastro do reconhecimento facial, apontando a câmera do aparelho para o seu rosto quando for solicitado
  5.   Informe e, na sequência, confirme os dados pessoais solicitados
  6.   Digite o código enviado pela plataforma ao seu e-mail ou telefone celular
  7.   Crie a sua senha de acesso

 Níveis de segurança de acesso

Cada um dos serviços digitais reunidos no portal gov.br possui um nível de segurança diferente para que possa ser acessado. Dessa forma, são exigidos apenas dados básicos para acessar alguns serviços. Já para outros, são exigidos recursos mais complexos, como o do reconhecimento facial.

São três os níveis de segurança: bronze, prata e ouro. O primeiro é considerado o mais básico e libera um acesso parcial aos serviços digitais. Em contrapartida, os outros dois possuem um nível de exigência de segurança mais alto e permite o acesso a serviços mais sensíveis, como a liberação a instituições bancárias, assinatura eletrônica e compartilhamento de documentos digitais.

 Assinaturas de documentos no sistema

A assinatura digital é uma forma de autenticação que garante a integridade de um documento eletrônico. No sistema gov.br , a assinatura digital é realizada por meio do certificado digital, que é emitido por uma autoridade certificadora credenciada pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI).

Para utilizar a assinatura digital no gov.br, o empreendedor precisa ter um certificado digital válido. Em seguida, ele deve acessar o serviço ou documento que deseja assinar, inserir o certificado digital e seguir as instruções apresentadas na tela.

Uma das vantagens da assinatura digital é a redução do tempo e dos custos envolvidos no processo de assinatura de documentos. Com o recurso, é possível assinar um documento de qualquer lugar e a qualquer hora, sem precisar imprimir, assinar manualmente e enviar por correio.

 Parceria estratégica para empreendedores

Não apenas para se atualizar sobre a constante evolução tecnológica e sobre como isso afeta os seus negócios, é fundamental poder contar com um parceiro estratégico. Com mais de três décadas de atuação e centenas de unidades em todo o território brasileiro, a NTW é a maior e mais premiada rede de escritórios contábeis da América Latina. Por meio de contabilidade consultiva e gestão empresarial de alta performance, a NTW tem as soluções que empreendedores dos mais diversos segmentos precisam para otimizar lucros e reduzir tributações. Quer saber como essa parceria pode fazer a diferença para o seu empreendimento? Então CLIQUE AQUI e fale agora mesmo com um consultor!